sábado, 18 de junho de 2011

Cisne Negro (Black Swan)


Só o título do longa já atrai inúmeros espectadores, e quando estes sentam em frente às telas para desfrutar do trabalho incrível do diretor Darren Aronofsky, vem a surpresa. Uma obra prima.

Sinopse:
 'Cisne Negro' é um thriller psicológico ambientado no mundo do balé da Cidade de Nova York. Natalie Portman interpreta uma bailarina de destaque que se encontra presa a uma teia de intrigas e competição com uma nova rival interpretada por Mila Kunis. Dirigido por Darren Aronofsky (O Lutador, Fonte da Vida), Cisne Negro faz uma viagem emocionante e às vezes aterrorizante à psique de uma jovem bailarina, cujo papel principal como a Rainha dos Cisnes acaba sendo uma peça fundamental para que ela se torne uma dançarina assustadoramente perfeita.

O diretor foi incrivelmente feliz com os resultados de seu trabalho em Cisne Negro, cada detalhe e informação passada ao espectador ao longo do filme, o faz pensar mil e uma coisas, até se dar conta do que realmente está acontecendo com Nina (Natalie Portman, que vale frisar, sou um admirador). Uma trama muito bem fundamentada e perfeitamente desenvolvida nos leva ao incrível mundo do Balé e à mente confusa da protagonista.

O elenco está, em todos os quesitos, à altura desta produção. Natalie Portman (The Swan Queen), Vincent Cassel (Dono da Companhia de Balé, e atuou em “Doze homens e outro segredo”, aliás, um ótimo trabalho feito por ele lá também); e claro, não deixaria de comentar a incomparável participação da bela Winona Ryder como Beth Macintyre, a Swan Queen substituída pela ‘Little Princess’ Natalie Portman em seu papel de Nina Sayers. Até Meryl Streep foi cotada para o papel de Erica Sayers (Mãe de Natalie Portman no longa), porém a sensacional Barbara Hershey deu conta do recado direitinho.

O filme tem ainda uma carga perfeita de efeitos especiais, não que tenha precisado de muito, aliás o trabalho do elenco torna os efeitos completamente desnecessários, pois sabem como fazer cada cena se tornar real. O fato é que não há excesso nem falta de efeitos especiais. É na medida correta, e muito bem produzidos. Um ponto G para estes efeitos é a cena da transformação de Nina (Natalie Portman) em Cisne Negro. Fantástico.

O longa conta ainda com uma trilha sonora clássica contagiante, envolvente e apavorante.

Em uma palavra: Grandioso!

TRAILER:

video


Fica a dica para quem ainda não assistiu. Bom filme.

Reações:

7 comentários:

  1. Gostei do q escreveu, foram suas essas palavras? parabens! :D

    ResponderExcluir
  2. Obrigado! A crítica é minha sim ... Aproveite o filme, vale a pena!

    ResponderExcluir
  3. Realmente muito bem escrito! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Vim agradecer a visita ao meu blog "Let me Fly". Espero que você volte sempre que precisar de um pouco de poesia.

    Gostei muito do teu espaço,tudo bem escrito e articulado. Parabéns, pelo blog.

    ResponderExcluir
  5. Ainda vou assistir esse filme!
    Beijos fomesedeevontadedeler.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esse filme é realmente incrível, o modo como nos deixa um pouco louco assim como a personagem principal.
    Ótima critica :)

    http://dlimitada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Olá! Adoramos a forma que argumentaste sobre este filme, não tivemos a oportunidade de vê-lo, mas com certeza, em breve veremos.
    Abraços e felicitações por seu blog!

    ResponderExcluir