segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Sinbad e o Minotauro

Esse é o filme que estréia o ranking de filmes classificados como O que não se deve assistir, nem que a vaca cante!

Sinopse: Sinbad embarca em uma nova aventura em direção ao deserto do maligno feiticeiro Al-Jibar, lá ele encontra muitas relíquias e a principal é um mapa de marfim contendo os registros do pirata Capitão Minos, o que levará Sinbad à caça do Colosso de Rodes.

Capa: Muita gente vai se iludir pela capa deste filme, eu mesmo fui iludido, até porque é realmente uma capa que chama a atenção. Me faz lembrar filmes como Prince Of Persia, entre outros do gênero de ação. Tem bastante cores, e até olhando rápido, dá pra pensar que é a Catherine Zeta Jones ali no canto, mas não é. O nome da atriz é Holly Brisley.

Produção: Aí é que começa a salada! Uns jogos de câmeras nada a ver, fora de ordem. Na caverna, primeira cena do filme, nota-se o baixo gasto da produção nos cenários, figurino e principalmente no elenco. Só uma galera desconhecida. Sei que se deve dar espaço para os que estão iniciando, e para as pequenas produtoras (Produtora do filme: FOCUS), aliás, não têm tanta grana para contratar atores de alto nível e nem para gastar com detalhes de cenários e figurino, o que na minha opinião, então, se for esse o caso de ter em mãos uma história incrível, é melhor esperar, conseguir uma boa grana para que se possa investir em uma produção de alto nível e então se lançar de vez nesse mercado brutalmente competitivo.

História: Às vezes uma boa história se sobrepõe à produção de má qualidade de um filme. Este não é o caso deste.
A história se iguala à produção anteriormente citada. A lenda do Minotauro é criminalmente alterada. O monstro mitológico Minotauro também não escapou das mudanças e teve sua forma completamente modificada, falha esta que deve ser debitada do currículo do diretor Karl Zwicky. Ficou parecendo um touro gigante. Ele anda sobre as quatro patas, quando a mitologia conta que o minotauro tinha a cabeça de touro e o corpo de homem, o resultado disso, é que ele andaria sobre duas pernas então.
A presença de diálogos desnecessários é constante e chega a irritar o telespectador. 
         “- Ah, meu Deus! Você veio me matar?
         “- Sim, eu vim matar você!”.

(???)
Me diz pra quê um diálogo desse nível? Deve ser só embromação. Sabe quando o filme fica em silêncio por muito tempo, por causa da falta de algo pertinente a se dizer? É isso que acontece.

Por esses motivos, a vaca pode dar um show, mas eu não perco meu tempo novamente assistindo a isto, e já deixo a dica para que vocês não assistam comédia, achando que é ação!

Reações:

7 comentários:

  1. Sinto sua frustração, pois já vivi isso não apenas uma mais MUITAS vezes.

    ResponderExcluir
  2. Leeegaal mto legal.
    Abraços,
    Leeo - @leeoBovi
    http://livrosougames.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. aaaaaaa nem vou assistir \o/\o/!!!!
    beijos!!
    http://fomesedeevontadedeler.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Que pena! A capa realmente chama à atenção! :/
    Gostei do seu blog! Seguindo))))

    http://pollymomentos.blogspot.com/

    Abrços... *.*

    ResponderExcluir
  5. Oi Arthur, 1ª vez no seu espaço e gostei bastante da organização. Confesso que acompanho poucos blogs escritos por garotos e cada vez que conheço um me surpreendo com a qualidade deles. E claro que o seu está estre estas pérolas.., então já estou seguindo!
    Eu adoro filmes e devo admitir que este filme já estava anotado pra uma futura compra, mas com essa sua análise, menino, já risquei viu.
    Realmente a capa chama a atenção e falando sério, o elenco não é nem tão importante assim pra mim, mas um bom roteiro é essencial, que não é o caso deste filme né?
    Tmbm detesto adaptações que saiam fora total da história original, acho que força um pouco. Adoro diretores que sabem aproveitar a essência de cada história e tenta transpassar ao máximo o que ocorre realmente na trama original, fica tão melhor de ver e tão mais realista. Além do mais, a frustração não bate, tipo, "nossa mas a história nem era assim.." Esse tipo de coment não rola, pq cá pra nós amigo, isso me mata!
    Enfim, gostei da sua análise e com certeza vou poupar-me de perder tempo com produções frustrantes como esta!

    Ah! Aproveitando, como gostei muito do teu espaço, se tiver a fim de uma parceria com meu blog, o convite está aberto! Basta passar lá e entrar em contato ok! Seria bom ter o Satierff como parceiro do LP! Se puder seguir o LP, tmbm agradeceria muito! Ficarei no aguardo da resposta querido! Um beijão e um bom natal pra ti! ♥

    ResponderExcluir
  6. A capa realmente chama atenção, mas pelos screencaps do filme... Credo. Não assistiria nunca!
    Parabéns pelo resumo!

    ResponderExcluir
  7. AH obrigado pelo coments no blog, acho que cofrinho para meninos não tem muito por aqui!! mais acho que este aqui é bem legal e diferente!!
    http://meninadenegocios.wordpress.com/2010/02/24/quebrando-o-cofrinho/

    Beijokas enormes!
    Brih

    ResponderExcluir